sábado, 3 de maio de 2008

4ª Geração: circuitos de larga escala (1980-1990)


Ainda mais avançados que os circuitos integrados, eram os circuitos de larga escala (LSI - mil transistores por "chip") e larguíssima escala (VLSI - cem mil transistores por "chip"). O uso desses circuitos na construção de processadores representou outro salto na história dos computadores. As linguagens mais utilizadas eram a PROLOG , FP, UNIX e o início da utilização da linguagem C. Logo em 1981 nasce o 286 utilizando slots ISA de 16 bits e memórias de 30 pinos. Quatro anos mais tarde era a vez do 386, ainda usando memórias de 30 pinos mas com maior velocidade de processamento. Ao contrário do 286, era possível rodar o Windows 3.11 no 386. Introduziu-se no mercado as placas VGA e suporte a 256 cores. Em 1989, eram lançados os primeiros 486 DX: eles vinham com memórias de 72 pinos (muito mais rápidas que as antigas de 30 pinos) e possuíam slots PCI de 32 bits - o que representava o dobro da velocidade dos slots ISA. Os três últimos computadores citados popularizaram tanto o uso dessas máquinas que foi cunhado o conceito de "PC", ou "Personal Computer" (Computador Pessoal em português).

5 comentários:

nararbd15 disse...

É MUITO INTERESSANTE POIS ESTOU FAZENDO UM TRABALHO QUE ESTUDA ESSAS GERAÇÕES..

Graz¡¡h disse...

eu também estou

Mari Pinho disse...

e eu tb

Lidiane O.Souza disse...

Por isso estamos aqui. rsrs
Muito interessante.

nicolas disse...

eu tambem , cntinua fazendo mais postagens assim, to fazendo um curso tecnico e vive pedindo essas coisas !